terça-feira, 11 de dezembro de 2007

Castração em Cães - Esclarecimentos

Esclarecimentos quanto a Esterilização (castrações) em cães.

Comportamento

A cadela tem alterações comportamentais por ocasião do cio, sendo a mais comum a pseudociese (gravidez psicológica). As cadelas que foram esterilizadas não entram no cio, portanto não têm este problema. Fêmeas castradas com temperamento dominante podem ter a dominância exacerbada em função da castração.


Saúde

A castração em fêmeas é muito mais benéfica para a saúde do que em machos. A cirurgia feita antes do primeiro cio praticamente elimina a possibilidade de tumores de mama (os mais comuns em cadelas). Feita em qualquer idade, a cirurgia elimina a possibilidade de problemas uterinos (entre eles a piometra) e elimina a chance de problemas de parto ou gestação. Costuma trazer aumento de peso, que pode ser controlado pelos donos através de uma dieta equilibrada. Quando a castração é precoce, essa tendência é diminuída.


Os efeitos colaterais indesejáveis da castração em fêmeas são:

  • aumento de peso (muito comum);
  • dermatites na região da vulva (pouco comum);
  • problemas de pele (pouco comum)
  • e finalmente incontinência urinária (em raças grandes incidência aproximada de 25 %). A incontinência urinária é mais comum em cadelas castradas, costuma aparecer alguns anos após a cirurgia e ocorre durante a noite e períodos de relaxamento, sendo que durante a vigília a micção é normal. Há duas opções de tratamento por medicamentos, sendo uma delas a reposição do estrógeno. Os resultado do tratamento é excelente, com aproximadamente 80% das fêmeas curadas.

Para o dono

As fêmeas castradas não entram no cio, isso significa que não há restrições em levá-las para passear, viajar, e que nunca haverá sangramento pela casa. Quando uma cadela no cio sai na rua os machos, atraídos pelo cheiro, podem trazer situações bem desagradáveis, principalmente quando estão soltos. A fêmea não terá ninhadas indesejáveis, tão comuns, além de não ter a gravidez psicológica e seu quadro comportamental.

Riscos

Castração de fêmeas exige uma cirurgia mais complexa do que no caso dos machos, sendo necessário abrir o abdômen para retirar útero e ovários. O risco maior durante o ato cirúrgico é a ocorrência de hemorragia, sendo que podem ocorrer complicações pós operatórias também. A competência do cirurgião, a qualidade dos equipamentos e equipe agem para: diminuir o risco a um nível muito baixo, proporcionar um pós-operatório livre de problemas e uma rápida recuperação. Também há um risco básico que é inerente à qualquer procedimento envolvendo anestesia geral. Um animal que nunca apresentou sinais de doença cardíaca pode vir a falecer por parada cardíaca durante a anestesia, mesmo nos procedimentos rápidos.

Fonte: www.cachorrosegatos.com/castracao.htm

14 comentários:

angelilse_pimentel disse...

Obrigada por tirar minhas dúvidas sobre psicociese em cadelas castradas. Com um vocabulário simples e direto e de fácil entendimento - para nós que somos leigos no assunto - e que desejamos melhorar a qualidade de vida das nossas "filhas", continuem assim...

Sergio Ronco disse...

Parabéns pelo Blog! Peço a gentileza de enviar esta mensagem ao Médico Veterinário e se possível retornar com a resposta.
Minha cadela Fox Paulistinha foi castrada e após 2 anos apresentou incontinência urinária(pequena) Levei em um Veterinario que aplicou 0,5ml de ECP(reposição de Estrógeno). Parece que por enquanto resolveu o problema. Minha
Meu e-mail: sergioronco@uol.com.br

AValinho disse...

Bom dia, foi dito que existem dois tipos de tratamento para a incontinencia urinária, mas só um (reposição de Estrogeno) foi explicitado. Qual seria o outro ? Existe algum perigo nesses tratamentos à saúde do cão ? Grato pela ajuda.

fiona disse...

Oi minha cadelinha também foi castrada dia 12/03/11 ela ficou molezinha e vomitou bastante.
mas espero que ela fique melhor
bjinhos

Silvia disse...

Minha yorkshire teve 2 filhotes a um ano, e teve uma placenta retida. Como infeccionou, tivemos que castra-la. Mas, eu jamais imaginaria que castrando, ela fosse ficar com incontinencia urinaria. Nunca o veterinario havia falado nesta hipotese para mim e meu marido! Fiquei bastante surpresa ao saber desta sequela. Tenho mais 3 yorkshires e nao vou mais castra-las, para nao acontecer estes problemas... Inclusive tb pode acarretar problemas renais... Na verdade, eu castrei esta yorkie soh porque nao tinha outra alternativa...

blog and sisters disse...

o veterinário castrou e fez limpeza de dentes no meu yorkshare e ele faleceu 2dias depois,meu pequeno chegou em casa vomitando sangue. De quem e a culpa.

Nana disse...

Boa Noite .Minha cachorra tem 8 anos e dia 31/01/2012 ela se submeteu a cirurgia para retirada de tumores na tetinhas e foi castrada também.O problema é que ela ficou inchada na parte em que foi castrada.Ainda não tirou os pontos mais das vezes que levei ela no Vet que fez a cirurgia ele retirou bastante liquido dela e disse que é normal.Mais eu estou muito preocupada ,queria saber se isso é normal mesmo.Ela ficou bem apática desde então.Por favor me responda

blog and sisters disse...

nana nao sou vet,mas como dona e amo muito meus bichinhos sempre e bom ouvir uma terceira opiniao.assim vc nao corre o risco de perder a sua princesinha igual eu perdi o meu.boa sorte.

susym disse...

aconselho a procurar a UIPA, os veterinários são muito experientes, o preço é justo e o tratamento excelente. Sem contar que toda a renda obtida é revertida na manutenção do abrigo de 1200 cães abandonados. Minha Nina teve câncer e foi maravilhosamente tratada até seu fim.
Susy Motta

Nana disse...

Obrigada pelas dicas.Novamente eu fui levar a minha cachorra no Vet ontem ,o vet tirou os pontos e fez drenagem novamente tirando muito liquido,e hoje ao acordar ela esta mais inchada ainda .Ele afirma ser normal ,só não sei até quando minha cachorra ficará assim ,ja esta até sem pontos mais continua apática ,esta comendo mais só pensa em ficar deitada.Eu não tenho mais dinheiro pra gastar a cirurgia dela ficou bem cara.Precisava de saber de alguém que ja fez essa cirurgia se é normal isso.Desde ja agradeço.

Denise disse...

Levei minha poodle de 1 ano e meio para castrar, para evitar o temido tumor, e ela morreu 5 dias depois da cirurgia. A explicação ? Riscos decorrentes da anestesia, falta de oxigênio no cerebro, complicações em geral.
O fato : minha cadela estava saudável e morreu, por dizerem que uma castração é uma cirurgia simples!
Fica a dor de perder um animalzinho carinhosíssimo e o alerta, para quem ama seu pet, pensar duas vezes antes de submeter um ser ao que pode ser um risco desnecessário...

blog and sisters disse...

denise estimo mto a sua perda,sei o qto doi ate hoje ainda sofro com aperda do meu principesco.vc pediu para fazer um autopsia?porque o meu eu mandei fazer,ele fez tdos os exames necessarios e tdo normal.na necropsia o que matou meu bichinho foi insuficiencia renal,ingestao de substancia exogenea c/açao nefrotoxica.RES;o medicamento usado para limpeza de tartaro parou o rim do meu peq.

Maria Betânia disse...

Minha cadelinha morreu em consequencia da castraçao. Ela era bem arisca, e quando foi feita a cirurgia, a veterinária não havia providenciado o colar elisabetano. Depois de três dias rompeu alguns pontos. Ela foi levada para a clinica e quando voltou veio com o colar, mas tinha um inchaço do tamanho de uma laranja onde era a cirurgia. passado dois dias, os pontos se romperam e todas as suas vísceras saíramm. A sua morte foi terrível e traumatizante. Ainda estou chocada.

Nadja Obadia disse...

OlÁ, castrei minha cadela de 1 ano, a 3 dias ( dia 31 + ou - 09:30 de sexta feira ) . Ela está muito bem, urinando e fazendo cocô diariamente , as vezes ate 2 vezes. Tenho uma dúvida, ela deve tirar os pontos no 10. dia, mas eu não posso leva-la ao lugar que ela operou para isso. Como ela fez a cirurgia num programa da prefeitura que não fica perto de minha casa e eu não tenho carro, terei que tirar os pontos aqui por perto, mas quando entrei em contato com a vet proxima de mim ela disse que não poderia tirar os pontos dela pois isso não é etico. Não tenho condições de pagar um taxi dog nem leva-la a outro pet por problemas financeiros. Tenho outros 2 cães e costumo tratalos muito bem e de acordo com as regras de higiene e lógica em seus machucados e lesôes. Posso tirar os pontos dela quando chegar a hora? Su7a cicatriz está aparentemente bem sequinha,sem cheiro e nem calor excessivo a volta e acredito que com o tempo irá melhorar. Como já cuidei de varias cirurgias em humanos, sei como tirar os pontos( cortando o fio de sutura e com pinça puxar este da pele ) Os pontos de cadelas são como de humanos para tirar? Obrigada Nadja
meu email é nadjaobadia2012@gmail.com